CRM: 11543 – GO | RQE Nº: 7173

Ultraformer III – esclarecendo dúvidas sobre o procedimento

ultraformer-III (1)

De acordo com os dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, no Brasil a cada ano que passa, cerca de 1,5 milhão de procedimentos estéticos são feitos. E, ainda que muitos optem pela intervenção cirúrgica, há aquele que preferem algo menos invasivo, que é o caso do Ultraformer III

Cada vez mais as pessoas têm dado importância para o seu aspecto visual. Afinal de contas, a nossa aparência física e saúde capilar está muito ligada à nossa autoestima e a maneira como nos comportamos diante de diversas situações.

Então, ainda que se trate de questões estéticas, a verdade é que esse é um assunto muito mais amplo, haja vista que se respalda no nosso dia a dia. Devido a isso, não é inválido afirmar que alguns procedimentos estéticos também são funcionais.

Afinal de contas, quando nos sentimos bem conosco mesmo, há uma melhora na nossa disposição de fazer uma série de coisas. Ou seja, tem uma influencia direta na nossa qualidade de vida, e isso deve ser levado muito a sério.

Em virtude disso, cada vez mais pessoas têm procurado formas menos intrusivas de resolver algumas questões. E, dentro desse contexto, o Ultraformer III é um dos que mais está agradando as mulheres nos últimos tempos, uma vez que ele promete ser muito eficiente.

Mas, sendo a sua primeira vez ou não passando por um procedimento estético, com certeza há uma série de dúvidas que devem passar pela sua mente. Como é a aplicação? Há contraindicação? Quais são os benefícios? Em quanto tempo vou notar os resultados?

Perguntas como essas são bem comuns, mas é essencial obter clareza a respeito de todas elas, até mesmo para você se sentir mais seguro. Então, para ter a resposta de todas elas, é só continuar nesse artigo. Sem mais delongas, vamos ao que importa!

O que é o Ultraformer III?

ultraformer-iii
Realizando procedimento Ultraformer III

Antes de qualquer coisa, a primeira coisa que você deve saber é sobre o que é o Ultraformer III. Em suma, nada mais é que um tratamento facial e corporal inovador, uma vez que se trata da evolução de uma tecnologia já muito comum: o ultrassom.

Mas, nesse caso, utiliza-se do ultrassom micro e macrofocado, onde o intuito é de tratar uma série de imperfeições que podem acometer a pele ao longo dos anos. Isso acontece porque a tecnologia consegue se ajustar às necessidades de cada paciente.

Dessa forma, é capaz de promover uma espécie de lifting facial, o que tende a evidenciar o contorno corporal com total praticidade e segurança, sendo uma ótima opção para aqueles que querem fugir de intervenções cirúrgicas.

Ademais, o “III” no nome refere-se ao fato de ser a versão mais moderna do aparelho, e isso quer dizer que ele já passou por algumas aprimorações. Não é à toa que esse seja um dos tratamentos mais queridos entre as mulheres, porque é algo seguro.

O Ultraformer III é uma das maiores modernidades seguras para o tratamento da face e do corpo, uma vez que se utiliza de uma nova geração de ultrassom e lifting, os quais desempenham diversos procedimentos estéticos através de um único aparelho.

À medida que o tempo passa, todas as pessoas perdem, de forma natural, algumas substâncias corpóreas, as quais são essenciais para manter a saúde da nossa pele, como é o caso do colágeno e elastina.

Fora isso, há outras questões que podem agravar esse fato. A constante exposição solar ou o uso incorreto de alguns produtos também promovem a perda dessa substância. Então, a melhor forma de restituir a saúde facial e corpórea é recuperando esses compostos.

Como o Ultraformer III funciona?

O Ultraformer III tem um procedimento um pouco parecido com algumas etapas feitas pelos cirurgiões plásticos ao fazer o lifting facial. E dizemos isso porque a tecnologia age na camada SMAS da pele, que nada mais é que o Sistema Músculo Aponeurótico Superficial.

Dessa forma, acaba por conferir uma eficácia ainda maior. Em suma, o aparelho em questão envia alguns pulsos curtos para a região da aplicação, onde o intuito é o de promover e estimular a produção de colágeno. Dessa forma, a pele se torna muito mais firme.

Mas como ele funciona, de fato? Como dito, o Ultraformer III possui a tecnologia de ultrassom micro e macrofocado. Portanto, deve-se escolher a ponteira de acordo com a região em que o paciente pretende receber o tratamento.

Na grande maioria das vezes, as microfocadas são ótimas para aplicar na pele, uma vez que a região é menos extensa e detém alguns detalhes. Inclusive, nesses casos, o intuito é de promover um efeito lifting, ou seja, de “levantar” a pele.

Em contrapartida, as macrofocadas são melhores para o corpo, uma vez que são regiões mais extensas e largas. Fora isso, a escolha se dá porque essa ponteira tende a reduzir a flacidez e até 20% de toda a gordura localizada.

O aparelho tende a aquecer a pele, onde o intuito é de atingir a fáscia muscular. Dessa forma, além de promover os efeitos ditos antes, acaba por estimular o colágeno, o que ocasiona a contração dos tecidos, destruindo a gordura localizada.

Como age o Ultraformer III?

O Ultraformer III age por meio da coagulação, cicatrização e feridas. Dessa forma, incita a remodelação e produção do colágeno que, como dito, é uma das substâncias mais importantes para manter a pele facial ou corpórea sempre firme.

Fora isso, o aparelho gera um calor a 65,4°C na área em que o paciente pretende tratar. Por consequência, gera a coagulação, que gera o início de um processo de cicatrização de feridas do sistema imunológico. É uma resposta automática do nosso corpo.

Mas qual é o intuito de gerar essa ferida? É que, ao fazer isso, ativa de forma eficiente a produção do colágeno. Fora isso, o Ultraformer III aquece por meio da combinação dos dois tipos de ultrassom que já citamos. Mas isso é feito de maneira controlada e intensa.

Através disso, a tecnologia é capaz de melhorar o tônus muscular, além de destruir as células de gordura que estão em excesso. E o melhor de tudo é a possibilidade de ajustar os dois tipos de ultrassom no que diz respeito a sua função e profundidade.

Isso, é claro, sempre levando em consideração quais são os objetivos que o paciente deseja obter na região do tratamento. Como falamos, é possível aplicar o Ultraformer III na região facial ou no corpo. Abaixo, iremos falar com um pouco mais de detalhes sobre a ação em cada uma dessas áreas.

Rosto

Na região da face, o Ultraformer III consegue promover o efeito lifting, de uma forma não cirúrgica. Dessa forma, se você quer dar uma “levantada” em alguma parte do seu rosto, por intermédio da tecnologia desse aparelho, isso se torna possível.

Sendo assim, torna-se possível tratar a flacidez em outras áreas, como nas pálpebras, região malar, sobrancelhas, testa, sulco nasogeniano e, claro, a região submentoniana, a famosa papada. Fora isso, é possível conquistar bons resultados na área do pescoço, também.

Corpo

Já na região do corpo, o Ultraformer III não deixa a desejar, uma vez que a sua tecnologia consegue melhorar o aspecto corporal como um todo, mantendo-o mais delineado e prezando pelo contorno corporal.

Por conta disso, é possível utilizá-lo para melhorar ou eliminar a flacidez de diversas regiões, como os braços, cintura, quadris, coxas, costas, glúteos, abdome e axilas. E o melhor de tudo é que o paciente consegue observar os primeiros efeitos logo na primeira sessão.

Mas é claro que, para poder usufruir da melhora completa, o paciente deve se submeter ao tratamento inteiro, haja vista que alguns resultados são experimentados com o tempo, uma vez que se trata de algo progressivo.

Para quem o Ultraformer III é indicado?

No geral, como se trata de um tratamento estético, a indicação na verdade é algo muito pessoal. Afinal de contas, o intuito é melhorar o aspecto da pele dos pacientes que se sentem incomodados com algumas características.

Mas, se não há qualquer desconforto, fica a critério de cada um. No entanto, o Ultraformer III é bem democrático. Sendo assim, homens e mulheres de qualquer idade podem se aproveitar dos benefícios que o aparelho é capaz de oferecer.

Portanto, podemos dizer que é uma ótima solução para pessoas que não estão contentes com os efeitos do envelhecimento na pele ou que apenas querem combater a flacidez em alguma região. Contudo, há aqueles que passam por esse tratamento como forma de precaução.

Então, por mais que você não tenha muitas marcas de expressão, flacidez etc. é possível sim submeter-se ao Ultraformer III. Outra coisa que podemos destacar é que pessoas com idade mais avançada podem se beneficiar bastante do procedimento.

Então, a partir dos 30 anos, recomenda-se uma sessão todos os anos nas áreas da face ou do corpo, apenas como uma medida preventiva. Agora, para aqueles que estão acima dos 40, pode ser necessário aliar as sessões com alguns outros tratamentos, para potencializar os resultados.

No que diz respeito ao tratamento corpóreo, mais especificamente, o ideal é iniciar quando há um grau leve ou moderno de gordura localizada e/ou flacidez. Nesse caso, o ideal é fazer pelo menos 3 sessões, em um intervalo de 4 semanas.

Em quais partes do corpo podemos realizar o procedimento?

Como falamos, o Ultraformer III é bem democrático, mas também muito dinâmico. E falamos isso porque, além de qualquer pessoa poder se submeter a esse tratamento, diversas áreas do nosso corpo podem usufruir dos benefícios.

Então, relação às aplicações na face, algumas regiões que podem se beneficiar, são as seguintes:

  • Fronte;
  • Pálpebra;
  • Terço inferior;
  • Contorno da mandíbula;
  • Submento;
  • Pescoço.

Nessas áreas, o Ultraformer III é capaz de aliviar as linhas de expressões, rugas e oferecer o resultado lifting, tão desejado pelas mulheres. O Ultraformer 3 bichectomia também é um resultado possível, sendo que não é necessário nenhum tipo de corte, por exemplo.

No entanto, o Ultraformer III pode ser utilizado em diversas outras áreas corpóreas, conferindo ainda mais benefícios. Então, dentre as principais aplicações no corpo, podemos citar:

  • Colo;
  • Pré-axilar;
  • Mãos
  • Braço;
  • Abdome;
  • Coxas;
  • Glúteos;
  • Panturrilha.

Já nessas regiões do corpo, é possível notar também uma pele mais firme, resistente, elástica e longe de flacidez. Fora isso, nas coxas e na área do bumbum, é possível notar a diminuição do aspecto da celulite, que é o resultado que muitas mulheres desejam.

Quais são os benefícios do Ultraformer III?

Você já entendeu diversos aspectos a respeito do Ultraformer III e com certeza deve estar mais seguro a respeito do tratamento. Mas, agora, é hora de falarmos sobre os principais benefícios desse tratamento, o motivo de você optar por ele e não pelos demais.

Afinal de contas, com certeza você já deve ter notado a quantidade de tratamentos estéticos que oferecem resultados como esses. Então, por qual razão seria melhor optar pelo Ultraformer III? Por conta dos benefícios que ele é capaz de ofertar!

Então, dentre os principais benefícios do procedimento, podemos citar os seguintes:

Não invasivo

A verdade é que há muitas pessoas que têm o desejo de passar por algum procedimento estético, mas que possuem certo receio. Afinal de contas, há aqueles que exigem alguns cortes cirúrgicos, o que impacta na recuperação.

Inclusive, em alguns deles, é necessário se abster de algumas atividades. No entanto, esse não é o caso do Ultraformer III. Afinal de contas, o tratamento não exige qualquer tipo de corte ou coisa do gênero, já que ele não é invasivo.

Fora isso, ele é um pouco doloroso, de rápida aplicação. Inclusive, ao final de cada sessão, o paciente pode retornar aos seus afazeres normalmente.

Resultados imediatos

É possível obter alguns resultados imediatos, ainda que sejam um tanto superficiais. No entanto, ao sair da sua primeira sessão, você vai sentir um aspecto diferente. E isso acontece graças as leves contrações que ocorrem na pele.

Melhoria contínua

O intuito do Ultraformer III é fazer com que a pele passe a produzir mais colágeno. No entanto, esse resultado tende a perdurar pelas próximas 6 semanas do tratamento. Então, à medida que o tempo passar, você vai sentir algumas mudanças.

Tratamento rápido

É claro que isso pode variar de pessoa para pessoa. Afinal de contas, cada um detém necessidades mais específicas. Mas, no geral, a verdade é que o Ultraformer III costuma ser mais rápido do que os demais que há no mercado.

E isso acontece porque cada sessão tende a durar por volta de 15 minutos. Mas, no caso de ser uma área mais extensa, esse tempo pode subir para 50 minutos. Contudo, não deixa de ser mais rápido que outros tratamentos.

Procedimento seguro

Como dito, o Ultraformer III não é invasivo. Por conta disso, ele não apresenta muitos riscos, sendo altamente seguro para praticamente todas as pessoas. Inclusive, ao final de cada sessão, é possível voltar às suas atividades sem maiores dificuldades.

Contraindicações do Ultraformer III

No geral, o tratamento é bem seguro e não possui tantas contraindicações. A única ressalva é que grávidas e lactantes não passem por esse procedimento, uma vez que ainda não há estudos o suficiente para garantir o quão seguro é para esse público.

Fora isso, o Ultraformer III não pode ser aplicado em áreas que há algum sinal de infecção ou inflamação, uma vez que pode agravar o caso. Ademais, deve-se evitar o uso em locais em que o paciente tiver prótese ou órteses metálicas.

Quanto tempo dura o efeito do Ultraformer III?

Um dos benefícios dos tratamentos cujo intuito é estimular a produção de colágeno, é que o resultado não tem uma duração específica. Afinal de contas, a cada sessão a pele ganha uma quantidade dessa substância.

Sendo assim, os resultados vão perdurar até o dia em que o paciente voltar a ficar com os níveis de colágeno baixo, o que pode demorar bastante tempo. No entanto, o ideal é que você passe por uma nova sessão a cada ano.

Compartilhar este post:

Você vai gostar também
Dr. Bones Jr.

Mais de 10 anos atuando como dermatologista. Atual membro da SBD-GO e SBCD. Criador do movimento Revele sua Beleza, que busca estimular as mulheres valorizarem todas as características positivas que as tornam únicas.

Posts Recentes